CIDADANIA BILÍNGUE

Cidadania Bilíngue


A Educação em Direitos caminha de mãos dadas com o ideal de inclusão, possibilitando os mais diversos caminhos para o aprendizado relacionado a direitos e deveres. O programa Cidadania Bilíngue traduz uma capacitação jurídica para intérpretes de libras do DF como meio de efetivar a inclusão do público surdo ao conhecimento básico de seus direitos.

Para possibilitar o acesso de uma pessoa surda ao conhecimento de seus direitos, o programa compreende que se faz necessária a habilitação dos intérpretes sobre tais direitos como forma de aperfeiçoar a inclusão e a afirmação da dignidade da pessoa humana. Através da iniciativa, os direitos, por muitos inacessível, é decodificado em uma linguagem própria que permite a fácil assimilação e afirmação das garantias constitucionais inerentes ao surdo, uma expressão que fortalece o ideal de cidadania multiplicativa.

O público alvo primário se perfaz de intérpretes que recebem uma capacitação jurídica para introduzir os surdos, alvo secundário, no conhecimento de seus direitos. A iniciativa conta com a atuação da Easjur/DPDF em parceria com a Associação dos Defensores Públicos (Adep/DF), a Associação de Pais e Amigos de Deficientes Auditivos (Apada/DF) e o Centro de Apoio ao Surdo (CAS/DF).

O Programa Cidadania Bilíngue, na finalidade nobre da busca por real acessibilidade, aborda diversos temas, como Lei de Inclusão, Estatuto da Criança e do Adolescente, a proteção da mulher e o atendimento inicial da Defensoria, entre outros que se relacionam diretamente com a garantia de dignidade e efetivação da cidadania multiplicativa.

Para mais informações, acompanhe as futuras publicações deste importante programa.