Frente Pela Educação em Direitos

Liberdade e Igualdade em dignidade e direitos sob a ótica da Fraternidade é postulado internacional, disposição da importante Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948. Na mesma toada, a Constituição da República Federativa do Brasil, em seu artigo 205 estabeleceu que “a educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho”. No firme propósito de inserir a Educação em Direitos como valor prioritário no seio da sociedade é que nasce, em junho de 2018, a Frente pela Educação em Direitos.

O movimento se destaca pela reunião de entidades, instituições e órgãos, em uma atuação de forma integrada e organizada, com finalidade de planejamento e execução de atividades voltadas para incorporação da Educação em Direitos na avenida central do desenvolvimento da sociedade, inaugurando um novo caminho de transformação frente aos desafios hodiernos. Uma nova perspectiva para o Sistema de Justiça Brasileiro sob o prisma de uma cultura voltada para a informação, lastrada na Fraternidade, na igualdade e na dignidade da pessoa humana.

A sociedade, como destinatária das normas jurídicas, torna-se alvo primário da Frente pela Educação em Direitos. A necessidade de conhecimento das regras do jogo torna-se um importante instrumento para garantia de direitos dos cidadãos e traduz a importância dos investimentos na instrução de cada pessoa acerca de seus direitos e deveres.

A decodificação das normas para uma linguagem acessível se aperfeiçoa pela oferta de palestras, cursos, encontros que versam sobre a temática da Educação em Direitos, possibilitando ao cidadão construir sua formação com a necessária ciência das garantias que circundam sua vida em sociedade.

Para mais informações, acompanhe as futuras publicações desta importante iniciativa.